segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Comedoria Gonzales

Iniciando uma série de posts em terras brasileiras na Comedoria Gonzales, uhul!

Enrolei demais para conhecer e me arrependi por isso! O esquema lá é sem frescura, compra-se o que quer no caixa, espere chamar a senha (no grito), pegue a comida e se arranje onde puder. Recomendo que chegue cedo, mais ou menos umas 11 horas e, por mais que pareça absurdo almoçar a essa hora, conseguir comer no conforto de uma mesa foi ótimo! Há apenas poucos lugares no balcão e umas 3 ou 4 mesas dessas de cadeiras altas.


Óbvio que eu precisava pedir o Cebiche (ou ceviche? Não sei a diferença ou qual é o certo), escolhi o de peixe do dia (que não faço ideia de qual era e só sei que tinha uma textura ótima, bem fofinho, e com gosto suave) com marinada de óleo de gergelim. Amei! É muito, muito, muito gostoso e com aquela acidez na medida que me faz ser um ser humano mais feliz. Outra coisa muito mais ácida e que também curti foi o mate com (dose cavalar de) limão, que não recomendo para quem não curte e não está acostumado com tanta acidez junta.


Também pedi um Chicharrones, que eram pedacinhos de costela (que achamos que eram desossadas mas lemos errado de longe! Pelo menos não eram tão difíceis assim de se comer porque estavam bem molinhas). Diferente do que geralmente estou acostumada a comer, sem molho, bem sequinha por fora e hidratada por dentro! Ainda tinha um acompanhamento, que foram as batatinhas com molho de alho e, com essa combinação, não tinha como dar errado.


Há ainda pelo Mercado de Pinheiros outros lugares legais (ainda irei no Café Mocotó, muito mais perto que o Mocotó principal) e ainda dá para fazer as compras da semana com a variedade de frutas, verduras e legumes que vendem por lá. Vale muito dar uma passadinha!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu satisfeita feliz e com os olhos grandes no Café Mocotó
  • Preju: R$45 
  • Unidade visitada: 
    • Mercado Municipal de Pinheiros 
    • R. Pedro Cristi, 89, box 85 - entre a Teodoro e a Cardeal
    • (11) 3813-8719
  • Horário de funcionamento: segunda à sábado, das 10:00 às 20:00
  • Site: https://www.facebook.com/comedoriagonzales

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Skoshbox

Propaganda no Facebook quase funcionou comigo! No meio da minha timeline apareceu um anúncio sobre assinatura de produtos japoneses aleatórios a um precinho camarada e fiquei interessadíssima! Fui procurar por reviews e descobi outro serviço, o Skoshbox, que envia doces e salgadinhos aleatórios todo mês e com frete gratuito para os Estados Unidos (que é onde estou no momento) por US$12 a caixa pequena com 5 besteirinhas. Convertendo fica um pouco pesado, mas considerando que muita coisa não é encontrada facilmente em lojas de importados, compensa. E claro que o fator surpresa me atrai muito.

Docinhos com formato de outra comida, que fofo!

Uma das coisas que me chamou muito a atenção no tal review é que eles mandam produtos realmente diferentes, às vezes beirando o bizarro (ok, essa parte eu não curto muito).
Na primeira caixa recebi um drops de Yuzu (meio azedinho e bom); umas balas brancas, que já vi parecidas no Brasil mas não sei o nome; docinhos de anpan (um tipo de pão) recheados com leite condensado (muito bom, foi meu favorito); okaki (um tipo de salgadinho bem crocante e salgado) rechado com queijo (esse foi o item bizarro da vez, só consegui comer um) e um tipo de dipnlik sabor coca cola.


As caixas são muito bonitas, tudo vem muito bem embalado e chega inteiro, sem nenhum dano. Para aqueles cujo japonês não está muito afiado (como o meu), vem também um folheto com a tradução de tudo que vem nas caixas, fotos e até uma dica de japonês do dia.


Ainda é possível comprar algo específico de novo, caso você tenha gostado muito de algum item, na loja online deles. Eu já recebi outras duas caixas e por enquanto pretendo continuar a assinar o serviço!
Caramelo em formato de hamburguer (?), pirulito da Hello Kitty, adesivos doces (??), docinho em formato de pudim com gosto de pudim e balas de morango
Pirulito, marshmallows recheados com morango, balas de leite, salgadinho de ume (argh) e balas de coca-cola que simulam o gás explodindo na boca

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Momofuku Noodle Bar

Quem não assistiu The Mind of a Chef, série da Netflix, e não ficou morrendo de vontade de conhecer o Momofuku Noodle Bar do chef David Chang? Tive a chance de conhecer o lugar e encontrar meus amigos do Coisos on the go, que estavam visitando New York.


A fachada é bem modesta, tanto que quase passei por ela sem perceber! O menu é super enxuto e está fixado próximo à porta para quem ainda estiver em dúvida. Não há muitos lugares disponíveis, as mesas maiores são comunitárias e não tivemos que esperar porque fomos bem no final do horário do almoço. O atendimento foi muito rápido e eficaz, sem frescuras.


Fui na primeira opção, Momofuku Ramen, que é basicamente porco em várias formas diferentes: barriga, ombro, caldo e um ovo poche no meio. Na teoria era muito lindo, tudo junto achei um pouco salgado demais. Cada item estava muito bom, só não achei que funcionou bem tudo junto. Ou talvez o caldo já estava mais salgado que deveria. Foi complicado porque eu queria muito ter gostado, tentei a cada colherada, no fim não rolou.


O que mais me surpreendeu foi o Honzon Ramen, vegetariano, com cebolinha, couve e grão de bico. Impressionantemente com gosto! Ainda assim acho uma heresia um caldo de ramen que não tenha como base algum bichinho, heh.


Para piorar os preços são acima da média, provavelmente por causa do hype. Continuo recomendando o Totto como o meu favorito de NYC - isso enquanto não faço um tour em mais casas de lamen!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu com um gostinho amargo na boca
  • Preju: US$ 16
  • Unidade visitada:
    • 171 1st Avenue - entre 10th e 11th Street - NYC
    • (212) 777-7773
  • Horário de funcionamento:
    • Almoço:
      • Segunda à sexta, das 12:00 às 16:30 
      • Sábado e domingo, das 12:00 às 16:00
    • Janta:
      • Domingo à qinta, das 17:30 às 23:00
      • Sexta e sábado, das 17:30 à 1:00
  • Site: https://noodlebar-ny.momofuku.com

terça-feira, 26 de julho de 2016

Luke's Lobster

Estávamos em Boston, já tínhamos comido bem mas ainda faltava algo que diziam ser muito bom por essas bandas: lagosta! Já tinha ouvido falar do Luke's lobster porque eles possuem filiais em muitos lugares e a especialidade deles é o Lobster roll (sanduíche de lagosta).


O lugar é muito simpático e com pouca frescura: você faz o pedido no caixa, pega sua própria bebida (e abre, há um abridor de garrafas na parede) e batatinhas fritas (formato chips, iguais as de mercado), escolhe (ou ache alguma disponível) a mesa e espera o pedido sair pronto no balcão.


A primeira impressão é que o sanduíche parecia meio pequeno, acho que sem referência as fotos da internet davam a impressão de que era muito maior. Mas não se engane, ele era realmente bem recheado de lagosta e estava muito gostoso. Muita lagosta branquinha, fofinha e fresquinha, heh! E não sai de lá com fome! Pedi o combo que vinha com sopa, escolhi a clam chowder e estava muito boa. Não sou das maiores especialistas nessa sopa, sei que há tipos diferentes, não sei exatamente qual era o daqui e só sei que curti!


O preço é um pouco salgado para um lanche e ok para uma refeição de frutos do mar. Muito prático e gostoso, perfeito para quando se está viajando porque poupa tempo para ir em outros lugares ou, no nosso caso, voltar para casa mais cedo!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu satisfeita feliz e voltou para casa
  • Preju: US$17 o lobster roll + $3 com chips e pickles + $7 com sopa
  • Unidade visitada:
    • 75 Exeter Street, Boston, MA 02116
    • (857) 350-4626
  • Horário de funcionamento:
    • Domingo à quarta, das 11:00 às 21:00
    • Quinta à sábado, das 11:00 às 22:00
  • Site: http://www.lukeslobster.com

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Mike's pastry

Do outro lado da rua, quase em frente ao The Daily Catch, havia uma loja de doces também com muita fila chamada Mike's pastry (e que também já havia sido checada no Yelp, hehe). Demoramos mais para conseguirmos ser atendidos; por aqui não havia preferência por número de pessoas e as linhas imaginárias a serem seguidas eram um pouco bagunçadas, provavelmente tinha gente furando fila mas nem tínhamos como perceber.


Outro problema causado pela lotação é que não conseguíamos ver as vitrines e saber o que poderíamos comprar (e eles também não tinham um menu, em nenhum lugar e de nenhum jeito). Então escolhemos pelo o que conseguimos ver ou perguntando para a atendente na hora. Para nossa profunda tristeza, todos os croissants rechados estavam esgotados. :(


Não podemos dizer que isso nos abalou por muito tempo porque compramos muitas outras coisas gostosas! O primeiro, e meu favorito deles, foi o canoli de ricota (optamos pelo recheio clássico mas eles tinham uma variedade bestamente grande) e foi o melhor que já experimentei até agora (sim, estou incluindo o do Cake Boss nesta lista!).


Outro que surpreendeu foi o Lobster Tail, que de lagosta só tem a aparência e era gigante. Foi preciso duas pessoas e alguns turnos para terminar esse doce! A massa era a mesma da bomba e o recheio de creme era simplesmente sensacional. Poderia usar aquilo como creme hidratante e passar no meu rosto todos os dias.


Ainda levamos um cheesecake de morango e um strudel de maçã (embora a massa não parecesse ser muito de strudel e as maçãs terem corante) que estavam muito bons também.

Outro lugar pra lá de recomendadíssimo do North End e que vale toda a guerra para ser atendido. Talvez na próxima seja melhor fazer a lição de casa e já chegar com a lista de compras pronta.

Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu rolando feliz e com a cara suja de açúcar
  • Preju: US$21
  • Unidade visitada:
    • 300 Hanover Street - Boston, MA
    • (617) 742-3050
  • Horário de funcionamento:
    • Segunda, terça e domingo, das 8:00 às 22:00
    • Quarta e quinta, das 8:00 às 22:30
    • Sexta e sábado, das 8:00 às 23:30
  • Site: https://www.mikespastry.com

segunda-feira, 27 de junho de 2016

The Daily Catch

Estou numa vibe bem viajadeira e passei um fim de semana praticamente bate-e-volta em Boston. Tem muita coisa bacana para se fazer na cidade e, é claro, fui pesquisar sobre lugares bacanudos para se comer.

North End é o canto da cidade com restaurantes italianos muito gostosos e com preços mais em conta (a maioria deles só aceita dinheiro). As ruas são tão estreitas que em algumas não passam carro ou, se passarem, vão ter que encarar um trânsito terrível! Olhando os reviews no Yelp, escolhi um lugar com frutos do mar que também fazia sushis. Infelizmente, quando chegamos lá, o lugar estava fechado por causa de um pequeno incêndio que havia ocorrido poucos dias antes. =(

Então fomos almoçar na minha segunda opção, o The Daily Catch. Aparentemente ele era a primeira opção de muita gente e a fila tinha um tamanho respeitoso e ritmo desanimador. O lugar é muito pequeno, com poucas mesas e mesmo assim às vezes o pessoal precisa dividi-las com desconhecidos. Nossa sorte foi que estávamos só em dois e furamos fila porque vagou uma mesa no canto do salão, tão improvisada que eu nem podia colocar os pés para frente por causa de um detalhe da quina da parede!

Não havia menu, apenas uma grande lousa com todos os pratos que seriam feitos naquele dia. Variedade de bebidas era um luxo que não existia, ficamos só na água. A princípio os preços assustaram um pouco, mas o garçom nos disse que se pedíssemos uma entrada, um prato daria para nós dois. Alias ele era o único garçom e também hostess, logo sua atenção era bem disputada. Mesmo assim ele se saiu bem!


Começamos então com uma porção pequena de lulas empanadas e fritas que estavam perfeitas, frescas e no ponto certo. E até que tinha um tamanho bom por ser pequena!


A nossa massa, com molho vermelho e vieiras, veio servida na frigideira em que foi preparada mesmo, sem frescuras. Estava sensacional, com certeza o melhor molho que já experimentei por essas bandas (talvez porque estava consideravelmente carregado no alho, hoho) e as vieiras, assim como as lulas, também estavam muito bem preparadas. Não eram gigantes, mas também nem precisavam ser.


Ficamos muito felizes com a surpresa positiva! Por um momento desacreditei no Yelp e pensei em desistir, mas tivemos sorte na espera e no fim tudo deu certo!


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu satisfeita, feliz e partindo para outra fila na mesma rua
  • Preju: uns US$35, para duas pessoas
  • Unidade visitada:
    • 323 Hanover Street - Boston, MA
    • (617) 523-8567
  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 11:00 às 22:00
  • Site: http://thedailycatch.com/northend.html

quinta-feira, 16 de junho de 2016

思慕昔 Smoothie House

Queria experimentar uma dessas super raspadinhas desde o primeiro dia de viagem! A definição é um pouco fuleira, mas é o jeito que a gente conhece melhor: muito gelo raspado com frutas, caldas e às vezes sorvete. Sim, não era só um montinho em um copo descartável, era uma montanha gelada, cheia de outras coisas que precisava ser dividida com pelo menos mais uma pessoa!

Parece que este lugar é o mais popular / foda, fica perto da estação Dongmen de metrô e a fila era incrível. Encontrar lugar para sentar então, pior ainda! Por isso infelizmente não tenho fotos do lugar.

O mais tradicional é o de manga (as de lá são bem docinhas) mas pedimos um de morango, com sorvete de morango, leite condensado e frutas, Muuuito gostoso e refrescante, não tem como alguém não gostar.


Só para completar a festa, a rua era cheia de lojas de comidinhas e queria ter tido tempo (e espaço no estômago) para experimentar mais coisas dali.


Ficha feliz:
  • Satisfação da gordinha: saiu com a boca gelada e feliz 
  • Unidade visitada: 
    • No.15, Yongkang St., Da’an Dist. - Taipei City 
    • +886-2-2395-8770
  • Horário de funcionamento: 
    • todos os dias, das 10:00 às 23:00 
    • (no site dizia que essa unidade em específico funcionaria da meia noite às 21:00, mas achei esse período meio estranho) 
  • Site: http://www.smoothiehouse.com