Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Degustação de café no Starbucks

Para quem prefere chá, estou tomando muito café complexo ultimamente! Mas não teve como resistir a uma degustação no Starbucks promovido pelo Kekanto, não é mesmo?


É muita informação em pouco tempo, então sinto muito pela funcionária que nos explicou tão bem e com tanta paixão sobre o café que tomamos mas eu não lembro de tudo! Sorte que filmei uma parte da explicação sobre a origem do café Verona, heh.


O processo consistia em sentir o aroma, sorver, perceber e comentar. Obviamente eu não tenho aquele nível de evolução para sentir notas terrosas de sabor e reações fisiológicas mínimas na minha boca (será que um dia chego lá?). Realmente a parte que eu mais gosto é do cheiro! Mesmo assim gostei mais do café que o esperado, é bem diferente do comum mesmo. E harmonizando com um brigadeiro 70% cacau tudo fica melhor, hohohoho!


Um detalhe que me chamou a atenção é que fazer o café na prensa francesa é muito parecido com o de fazer chá: é preciso pressionar o embolo depois de 4 minutos de c…

Primeiro aniversário do blog!

Blog fez um ano, esqueci, pensei em deixar quieto, mas não consegui (uia rimou!)
Tinha que fazer pelo menos um bem bolado com os melhores lugares desse período, não é mesmo? Até porque relembrar é viver! 

Não peguei o melhor de cada categoria porque em algumas nem há posts suficientes! Resolvi escolher mais ou menos os que mais me impressionaram ou conseguiram um lugar especial no meu coração gordinho. Em alguns casos eu fiquei confusa e escolhi dois, hehe! Vamulá:
Melhor Sorvete:Bacio di Latte e Cold StoneMelhor Restaurant Week:ArabiaMelhor Cantina:Cantina do PieroMelhor Pizza:California Pizza KitchenMelhor Chá:Ó-chá e RadianceMelhor Bom e barato: Rong-heMelhor Restaurante meu amor:Chez FabriceMelhor Evento:Festival do JapãoMelhor Pão:Julice BoulangèreMelhor Surpresa de cupom:Espírito CapixabaMelhor Esfiha:JaberMelhor Doce:qualquer um da dona Lourdes da feira da RepúblicaMelhor Hamburguer:Hamburgueria NacionalMelhor Café:Boutique-bar NespressoMelhor Sem motivo específico:Outback Achou …

Amorim Chéri

Desviei um pouco do meu caminho para conhecer um lugar novo (daqui a pouco isso não vai ser mais nenhuma novidade, hehe). No meio de tanta gente, movimento e lojas de tudo quanto é coisa, o Amorim Chéri é um lugar fofo totalmente constrastante! Há mais opções no cardápio para quem tem tempo para ficar lá, inclusive refeições completas. Não era o meu caso, novamente só escolhi alguns docinhos, pedi para embrulhar para viagem e fui embora. 

Achei tudo muito caro. Tá, eu sou muquirana, mas neste caso as coisas eram caras demais! Um pedaço de mil folhas por R$20, um mini (e bota mini nisso, comi em uma bocada só) cheesecake por R$3, não sei. Incomodou tamanha desproporção, por melhores que fossem os produtos e o preparo. Como eu já estava ali, olhando a vitrine com o atendente esperando, comprei! 


Os tais mini cheesecakes estavam ótimos, mas não vi nenhum sinal do cheese. Os sablés de framboesa decepcionaram, não sei se eram para ser daquele jeito mesmo e simplesmente não agradaram meu go…

Prima Bruschetteria [fechado]

Depois de um dia inteiro gordinhando, eu não estava lá com muita fome, mas precisava jantar. Sabem como é, pular uma refeição pode afetar a saúde, hehe. E não é que a Prima Buschetteria apareceu como uma sugestão no Foursquare por estar bem próxima de onde eu estava? (adoro essa função!)

A casa ainda estava vazia, mesmo sendo bem próxima da bagunça dos barzinhos da Vila Madalena - talvez ainda fosse cedo pro povo festeiro se alimentar? O atendimento foi totalmente OK, funcionou e não foi nada de mais.

Minha vontade era de pedir metade do cardápio deles! Começamos com uma entrada, batatas rústicas fritas com alho e sálvia, que eu acho que foi representada pela folhinha solitária que se encontrava no topo. Encontramos apenas 2 alhos, que decepção! A porção ficaria muito mais interessante se houvesse (muito) mais deles!


Quanto às bruschettas propriamente ditas, minhas escolhas foram salmão defumado com mascarpone e limão siciliano (que vinha à parte para ser espremido na hora, muito bom! …

Shanti & Li

Gordinhar é: ficar feliz que a dermatologista é em Pinheiros porque sabe que tem muita comida boa por lá, desviar muito do caminho do ponto de ônibus mais próximo, sob uma chuva e um frio bem chatinhos, só para conhecer um lugar novo que vende bolos orgânicos! (Ah, descobri este lugar graças a um dos ótemos posts do Gastrolândia)


Fui muito bem atendida, a moça era super simpática e me apresentou cada bolo com uma paciência exemplar - inclusive me deixou provar um pedacico de um dos bolos que parecia ótimo mas a descrição havia me assustado um pouco: de ganache negro com especiarias. Assim como "frutas vermelhas" me atraem, "especiarias" já me faz desistir de tudo logo de cara. Não neste caso, mesmo levando canela, cravo, canela e cardamomo na cobertura. Isso porque o uso foi bem moderado e demorei um bom tempo para percebê-los!


Além dele, levei ainda para casa um pedaço do bolo de bem casado e outro de limão com iogurte. Só experimentei este último e estava muito b…

15º Festival do Japão

Dois eventos anuais são sagrados para mim: o Festival do Japão e a Festa de Nossa Senhora da Achiropita (mês que vem, com certeza farei um post por aqui!). Já nem sei há quantos anos eu vou nos dois, no caso deste, eu comecei a frequentar na época que era perto do Parque do Ibirapuera! Desde essa época, a falta de estoque era um problema sério, que vem sendo consertado a cada ano, mas que ainda assombra a minha vida. Uma das regras de ouro é ir sábado (afinal é o dia que o festival tem maior tempo de duração, teoricamente há mais comida) o mais cedo possível para não cair em desgraça, mas como esse ano meus irmãos não poderiam, chegamos lá na primeira meia hora do evento.


Deus ajuda quem cedo madruga mesmo! Uma tranquilidade anormal, conseguimos até uma mesa com todas as cadeiras! Só não comi mais porque não tinha mais espaço e, infelizmente, ainda não sou rica. O que eu consegui comer desta vez:

• Okonomiyaki (de Wakayama): é parecido com uma panqueca com muita coisa dentro e em cima …

Black Dog

Tenho saudades da época que o cachorro quente do Black Dog era tão monstruoso e desengonçado que era impossível comê-lo sem deixar metade cair no chão. Depois eles foram prensando, dimimuindo, criando números igual a toda rede de fast food que se preze e eu não quis mais brincar.

Cupons fizeram com que eu voltasse a pedir algo e voltar a curtir o bom e velho Black Dog Tradicional. Não sei, novamente, se estou ficando velha e o estômago tenha murchado; ou se faz muito tempo que eu não comia um cachorro quente; ou ainda se naquela época eu reclamei do tamanho porque eu tinha menos dinheiro no bolso e queria mais comida para me sustentar com o menor gasto possíve. Só sei que pedi, gostei e não conseguiria comer um inteiro se eu não estivesse com muita fome. O tamanho júnior teria dado certinho para mim!


Acessando o site, dá a entender que eles mudaram mesmo, porque não encontrei nenhuma referência ao "peça pelo número". Faz sentido terem usado sites de compra coletiva para se p…

Le Vin Boulangerie

Continuando a fixação por padarias legais e felizes, desviei do meu caminho para voltar para casa só para conhecer um lugar novo, o Le Vin. Precisa ser muito gordinha para descer do ônibus que servia para voltar para casa só para isso, hehehe.

Para minha surpresa há 3 lugares distintos e vizinhos na Alameda Santos, pertencentes ao império Le Vin: o bistrô, a patisserie e a boulangerie. Infelizmente eu não estava com tempo para sentar em uma daquelas mesinhas redondas bonitinhas para experimentar um tarte de limão siciliano com um chocolate quente, então me dirigi à bulanjerri - que também era muito bonitinha, com uma bicicleta na porta, pães no cesto, uma vitrine linda e uma cozinha totalmente transparente! 
Fiquei muito tempo olhando para tudo aquilo e decidindo o que ia levar, afinal ainda não sou rica e não podia comprar (e nem carregar) tudo que deu vontade! Minha compra foi dois macarrons : um de framboesa e chocolate e outro só de chocolate, muito gostosos e derretiam na boca; u…

Novo McDonald's!

Sempre achei que as lojas do McDonald's já surgiram onde estavam desde sempre e eu me surpreendi quando vi uma surgindo na Faria Lima! Aliás eu nem lembro o que tinha naquela espaço, nem sabia que ainda havia lugar vago naquela avenida para alguma coisa! Pelo jeito meus colegas de trabalho felizes também ficaram curiosos e a gente foi almoçar lá.


Não há muito o que se falar, toooodo mundo, mas todo mundo mesmo conhece o Mc. Achei a decoração muito bonitinha, o atendimento ainda está um pouco confuso mas nada que acabe com o seu dia e o pessoal é bem esforçado.


Fazia tanto tempo que não almoçava ou jantava lá e nem sabia mais o que pedir! Escolhi duas coisas que ainda não havia experimentado: o Mc Angus com bacon (a carne é realmente mais gostosa, mais farta, mas claro que não é nada de mais! E o bacon foi uma decepção gigante, não tinha gosto) e a torta de morango e chocolate (não espere pedaços de morango, mas sim uma geleia genérica). Deu para ficar satisfeita. Destaque para o l…

PÃO (Padaria Artesanal Orgânica)

Graças ao advento do Foursquare, descobri enquanto estava no Tee gwenjajander que havia uma filial do PÃO ali no Shopping Iguatemi. Já estava me sentindo cansada só de pensar em ter que andar naquele shopping (que para mim foi construído torto) para procurá-lo, quando reparei que ele estava ali do lado, hehehe.


Não é grande e não há muita variedade de pães, mas sim de bolos. Um parecia melhor que o outro! Pena que cada pedacinho nada generoso custava 5 mangos. Claro que eu não resisti e comprei um de limão siciliano mesmo assim e um pedaço de biscotti porque era igualzinho o que aparecia no jogo do Cooking Mama para Facebook, haha! Ambos estavam muito gostosos, o bolo era bem macio e cheio de sabor de limão enquanto o biscotti tinha muuuitas gostas de chocolate e até alguns pedacinhos de castanha!


Destaque do dia para a embalagem para viagem. Eu estava carregando-a com todo cuidado do mundo porque o saco era de papel e não havia reparado que cada item estava dentro de uma embalagem de…

Chez Fabrice

Nunca tinha ido a um restaurante somente francês. Tinha (na verdade ainda tenho) aquela ideia que os pratos seriam muito bonitos, poderiam até ser bem gostosos, mas que eu sairia com muita fome do tamanho do mundo. Só aconteceu de ir conhecer o Chez Fabrice porque tinha lido muito bem a respeito do lugar (inclusive dizendo que as porções não eram miserentas) e ainda calhou de existir um voucher de créditos. Acho esses muito mais legais porque você pode pedir o que quiser e isso é muito melhor quando se descobre um lugar novo.

Uma das regras era fazer a reserva, que foi bem fácil e realmente bem necessária. O lugar não é muito grande e muita gente já tinha feito o mesmo. O atendimento foi muito bom, todos eram bem simpáticos e a única coisa ruim do almoço inteiro foi a demora para os pratos ficarem prontos. Ainda bem que as 3 horas que passamos no recinto não pesaram tanto assim.

Como ninguém por aqui é rico (ainda), fomos de La formule, ou esquema feliz com 3 opções de entrada, prato p…