Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

O Mercado

Não consegui ir nos eventos anteriores e não poderia perder este que aconteceria no mercado municipal de Pinheiros, tão pertinho aqui de casa. A ideia do evento é sensacional: reunir chefs renomados para fazer comidas de rua de alto nível a preços bem acessíveis. Tem tanta gente que concorda com isso que toda vez uma multidão sem limites se forma! Cheguei um pouco antes da abertura e duas filas de respeito já estavam formadas.

Mesmo assim o começo estava relativamente calmo. Não demorei muito para comprar minhas fichas porque optei pagar em dinheiro, mas quem escolheu o cartão teve muito mais trabalho. Mais tarde parecia que não havia caminho fácil para os caixas e isso só reforça o ódio que eu tenho por esse esquema. Não é tão mais prático e ainda te faz gastar mais que deveria para não ter que encarar a filona novamente para trocá-las por dinheiro!


Fichas na mão, hora de ver o que tinha de bom! Claro que eu não fiz a lição de casa e mesmo que tivesse feito seria difícil lembrar de t…

Capogiro

Segundo esta materia da National Geographic Traveler, o melhor sorvete to mundo estava na Pennsylvania, Philadelphia e muito perto da Chinatown. Não preciso dizer que meus sentidos gordinhos gritavam para conhecer o lugar assim que fôssemos almoçar no Imperial Inn (virou um clássico ir lá sempre que viajo, hehe). E assim fizemos!


Fomos andando e era realmente bem perto. O dia estava quente, perfeito para um sorvetinho feliz, feito com ingredientes frescos e sabores peculiares! Experimentei vários antes de escolher os meus, já que um pote pequeno poderia ser dividido em 2 sabores e o número possível de sabores aumentava de acordo com o tamanho do pote. No fim fui de chocolate amargo (claro, sempre, como não) e chocolate com banana (nada surpreendente também), enquanto o namorado foi de avelã e pistache.


Os sabores são realmente intensos e é muito bom quando você escolhe um sabor de sorvete e ele tem realmente o gosto da coisa, como no caso do de pistache que tinha muito gosto de pistac…

PJ Clarke's original

Fiquei maluca para conhecer o PJ Clarke's de NY quando soube que ele ficava a poucas quadras de onde eu estava hospedada (thanks Foursquare), mas eu e meu namorado havíamos sido derrotados com força pelos ramens do Totto ramen, então nem conseguimos comer muito na janta!

A coisa tava tão feia que ele pediu só uma entrada como janta (e ainda nem comeu tudo porque eu roubei um pouquinho, hehe) enquanto eu pedi o menor hamburguer possível do cardápio, só para dizer que provei a carne: Braised Short Rib Spring Rolls (rolinhos primavera de costela cozida), que estavam gostosinhos, e Simply on a bun (ou simplesmente no pão) com cogumelos (sempre eles) à parte. E só com isso deu para perceber que a carne era ótima, grossa, com sustância e que eu deveria voltar algum dia com mais fome, hehe!


Outras características importantes do lugar:
Esta unidade é a The Original, ou seja, a primeira de todas, que foi aberta em 1884; A parte da frente era o bar enquanto a de trás era o salão de jantar (…

Totto ramen

Nunca tinha usado o Yelp para encontrar um lugar legal para comer e conseguimos acertar lindamente na primeira tentativa! Bom, na verdade a nossa primeira opção era ir em uma casa especializada em soba, mas chegamos tarde em NY e fomos no Totto ramen, que era na mesma rua e não tinha essa frescura de fechar entre o almoço e a janta! (depois descobri que ficam abertos até tarde, outra coisa bem rara por lá)

Aliás o lugar não tem frescura em canto algum, haha! Quando chegamos, ficamos um tempo parados olhando para ver se aquele era o lugar certo (enquanto a pobre hostess estava esperando a nossa boa vontade de entrar, hehe). Salão bem pequeno, cozinha apertada, sem decoração e cozinheiros conversando em japonês. Totalmente true!

Eu pedi um misso ramen que, para a minha surpresa, não se tratava de uma sopa de misso mas sim de uma sopa melhor ainda com uma bolota de misso de qualidade no meio! E os acompanhamentos? Uma carne linda, macia e indescritivelmente gostosa e alho poró, que eu a…

General Prime Burger - Shopping JK Iguatemi

Já escrevi em post anterior o quanto eu curto o General Prime Burger, então quando eu vi que havia um no JK não sosseguei até conhecê-lo! E é muito bonito e chiquetoso, como tudo naquele shopping é.


Talvez eles ainda estejam se adaptando (embora já tenham aberto a um tempinho considerável!) porque o atendimento deixou muito a desejar. Demoramos uns bons minutos para conseguir chamar a atenção de um garçom que anotou mesmo nossos pedidos - antes disso foram vários que passavam fingindo que não viam ou diziam para esperar e nunca voltavam. É daquelas situações que dá vontade de pegar a primeira coisa que você encontra na mesa e tacar na cabeça de alguém para ver se assim alguém olha, kjahdakhse!

Começamos com o Duplo de entrada, que vem meia porção de onion rings (não sou uma boa apreciadora então não vale muito dizer que não curti, heh) e meia de batatas fritas em forma de waffles que, na minha opinião, deixa a batata muito mais gostosa.


Não estava com muita fome no dia (que coisa esq…

Galeria dos pães

O inverno estava acabando e eu estava um tanto quanto frustrada por não ter ido à nenhum lugar legal com rodízio de sopa. Até tinha tentado ir naquele festival do Ceagesp, mas estava absurdamente cheio e acabei jantando na Pizza Hut. Até que, em um dia aleatório, precisávamos de algum lugar próximo da Paulista para jantar e então acabamos na Galeria dos Pães, weee!


No mezanino, há sempre comida à vontade independente do horário que você for, a diferença é o que vai ter disponível. No caso da janta, sopas! Outra coisa que não muda é sempre há pãezinhos, frios, sucos, doces, bebidas quentes e afins - o que deixa o preço ainda mais atrativo.


Tomei a canja (que é ótima, minha favorita e sempre presente); creme de queijo com vinho (não é tão pesado quanto parece, o queijo é longe de ser enjoativo); sopa de legumes (um clássico, aqui eles são bem batidos e remete muito à infância, haha) e um caldo com carne e grão de bico (que era um pouco forte, eu gostei mas acho que não é para qualquer g…

Tatou [fechado]

Esta é a história mais bonitinha de cupom que eu tive até agora!
Há muitos e muitos anos atrás (não tantos, também não sou tão velha assim), quando eu estava ainda no meu primeiro emprego, eu andava da Rebouças até a Augusta pela Oscar Freire e no meio do caminho havia um restaurante de esquina lindo. Branco, com muitos vidros, ficava muito estiloso nos dias ensolarados. E dentro dele, obviamente, só gente de fino trato. Naquela época parecia ser muito impossível que eu conseguisse algum dia conseguir pagar a conta de um lugar como esse, mas puxa, sempre que eu passava por ele soltava aquele suspiro de "como eu queria conhecer esse lugar!".


Já não há tanto tempo assim, eu precisava (veja bem o termo) comprar um cupom para aproveitar um código de desconto que havia recebido por e-mail. Li alguns reviews e achei que valia a pena arriscar. Deixei (para variar) para gastá-lo em cima da hora, até porque eu tinha consulta médica marcada para tarde e não era muito longe dali. Fui a…

Dublin Coddle

Não me pergunte a história deste prato, só sei que segui os passos do video abaixo (ou pelo menos tentei na medida do possível) da Maravilhosa Cozinha de Jack e fiz um Dublin Coddle. Falando por cima, se trata de um ensopado nada natureba, cheio de sabor e sustância. Um prato digno de guerreiros, pedreiros e afins.
Não recomendamos para estômagos fracos ou finais de noite.


Porção: 6 tigelas moderadas ou 3 pedreiras
Nível de dificuldade: fácil, desde que você não invente moda como eu xD

Ingredientes:
2 batatas cortadas em fatias200g de bacon (ou mais)300g de linguiça defumada1 cebola cortada em tiras ou anéis1 shot de leite integral1/2 xícara de salsinha e cebolinha picadasPimenta do reino à gostoSal à gosto
Modo de preparo oficial:
Em uma panela, esquente 1,5 litro de água. Coloque a batata, o bacon, a cebola e a linguiça na panela
Cozinhe os ingredientes em fogo alto por aproximadamente 40 minutos. Quando o caldo estiver grosso, acrescente o leite e mexa. Acrescente a salsinha e a cebolin…

Portal da Coréia

Até hoje não sei de onde surgiram os boatos/lendas de que os coreanos (ou carinhosamente chamados de KR's) comem carne de cachorro, mas o fato é que, se o fazem, o disfarçam muito bem, porque parece muito com carne bovina de qualidade. Sempre tenho receio de ir em um restaurante kr, porque eles simplesmente não gostam dos japas (e com uma certa razão histórica <_<), mas até hoje sobrevivi e não me arrependi!

Dessa vez fui no Portal da Coréia, um simpático lugar localizado no fim da Rua da Glória (ali pertinho do lindo do Rong He!), com uma placa de metal prateada na entrada e um salão gigantesco. O bacana é que em todas as mesas tem exaustores individuais instalados, o que ajuda muito a você não sair defumado com os churrasquinhos!



O grande chamariz da casa são os "churrasquinhos", onde trazem as carnes ainda cruas à mesa, e você cozinha/assa/grelha na hora mesmo, isso dá todo um charme a mais! Elas vem acompanhadas de 6 porções diversas, que podem ser batatas cora…