Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

The Crab Pot

Este lugar é tão correto que nem sei como começar a escrever! Logo de cara já achei muito legal ele ser cercado por um mini lago (é possível vê-lo tanto na fachada quanto nas mesas que ficam na varanda dos fundos). A decoração assusta em um primeiro momento, depois você vê tanta comida boa que nem liga mais para os bonecões bizarros espalhados pelo salão, haha.


Antes de mais nada, nos são apresentadas as ferramentas necessárias para estraçalhar os frutos do mar: uma tábua, um martelo, uma pinça, um garfo pontudo e outro normal. Além de um babador, porque vai voar comida para todos os lados, haha! Também nos foi servido de cortesia um pãozão tipo italiano com manteiga.


Não tirei foto da stramberry lemonade que pedi, mas estava ótima, bebi dois copos dela durante a janta! De entrada pedimos um "copo" de clam chowder (uma sopa de amêijoas, acabei de ver isso no google e achei muito estranho. Vou continuar chamando de clams! E para simplificar, é uma ostrinha) que estava mui gos…

Denny's

Não sabíamos se teríamos tempo de almoçar, então resolvemos tomar um café da manhã reforçado e calórico bem no estilo norte americano obeso. Nossa primeira opção era o Ihop, porque vimos que havia um perto do hotel. É sempre bom checar os reviews do lugar, mesmo sendo de uma rede conhecida, porque nisso descobrimos que justamente esta unidade não tinha um atendimento legal. Quase ao lado, o noivo encontrou um Denny's, no mesmo estilão.


Demorei muito tempo para conseguir encontrar algo que conseguisse comer logo de manhã. Quando encontrei, era de um menu para velhinhos em estado terminal com mais de 55 anos - e que só poderia ser vendido para esses velhinhos, hahaha. Peguei um prato parecido: um omelete só com as claras, recheado com espinafre, queijo e cogumelos, acompanhado de duas tironas de bacon (de peru) e um pote de frutas (que poderia ser um purê, mas ia ficar muito pesado. É, eu sou sensível assim de manhã, heh). Estava muito bom, não poderia ter pedido nada melhor para a …

Bottega Italiana

Está dada a largada para a série de posts gringos desta temporada!
A novidade desta vez é que alguns posts, como este daqui, são de lugares que ficam em Seattle, no estado de Washington, quase perto do Canadá (sério, algumas placas de trânsito indicavam a pista que dava em Vancouver). E que lugar lindo, minha gente. Já decidi com meu noivo que iremos nos mudar para lá.
Só não sei quando ou como, mas decidimos! :D

O Bottega italiana é, segundo algumas dicas do Foursquare, o melhor ou o segundo melhor lugar para se comer gelatos em Seattle. Entrando no lugar você nem diria isso, porque a decoração é toda free style e relaxada (assim com o rapaz que nos atendeu, haha). Fica do lado do Pike Place Market, que é um mercadão histórico que será tema de um post futuro.


Escolhemos um pote pequeno que poderia abrigar duas bolas de gelato e para nossa sorte nem o pote e nem as bolotas eram pequenas, hehe. Fui de café mocha e pera, que estavam bons demais: textura fofa e sabores marcantes. Ou seja…

Ton Hoi

Restaurante chinês bom, farto, preço em conta e ainda super pertinho de casa?? Com uma premissa tão boa, demorei demais para conhecer o Ton Hoi!
E a fama do danado é forte mesmo. Como vi que o recinto abria meio dia, apareci lá toda feliz e saltitante meio dia. Qual a minha surpresa ao ver que já havia uma fila de espera de mais ou menos meio hora! Sorte que há uma área confortável de espera do lado de fora e não demoraram tanto assim para chamar o meu número! Meu grupo ainda não havia chegado, mas estavam a caminho, e eu levei uma leve bronca da maître pelo atraso dos outros, hahaha.


Vocês acham que a fila era resultado de poucas mesas? Que nada, o lugar é bem grande, possui dois andares e cheios de gente! Todos os atendentes que vimos eram brasileiros, então não tivemos nenhum problema de comunicação. O cardápio também era bem explicadinho em português e com aquele esquema campeão de pedir pelo número. Mesmo assim eram muitos itens e foi difícil escolher um prato ou outro em meio a …

Dona Lucinha

Só sai da dieta dos cupons porque não resisti a um da Dona Lucinha que oferecia almoço para duas pessoas no buffet à vontis. Já tinha ouvido da chef Elzinha Nunes pelas recomendações de mamãe, que obvamente estava certa, já que ela bate os olhos na pessoa e sabe quando ela manja ou não. Meu maior problema foi achar alguém para me acompanhar porque tinha que ser durante a semana e só eu que sou muito desocupada mesmo nessa vida, haha! Sorte que um amigo meu voltou de viagem doido de saudades de uma comida brasileira.

A localização é uma droga, odeio ir e andar em Moema, principalmente quando não há nenhuma placa indicado em que raio de cruzamento eu estou. E olha o nome que demais, fica na Av. Chibará perto da Al. dos Nhambiquaras. ACK! Pelo menos fui recompensada depois da mini aventura! A decoração é rústica, o atendimento é formal e mui eficiente - mesmo não precisando muito dele, já que o esquema era self service yourself yeah.


Não esperava por tantas opções interessantes em paneli…

Temaki ya

Ouvi falar do Temaki ya (ou tudo junto? Não sei) por ser um lugar que servia um temaki decente, de tamanho e preços justos. Tive a chance de conhecê-lo depois de ter passado no BBQ Chicken, que fica bem pertinho, porque eu não queria me empanturrar de frango naquele dia (variedade é sempre bom, ne?).

O lugar é bem simples e tem um cheiro de peixe incrível no ar, tanto que preferimos ficar nas mesas do lado de fora! Sem frescura, o atendimento funcionou bem e os adicionais que podem ser acrescentados ao temaki ficam todos disponíveis na mesa. Achei muito boa a ideia, principalmente por terem lembrado do gergelim - que daria um toque ótimo se não estivesse com um gostinho leve de bolor. =P


Eu pedi um atum "gourmet", que na verdade só tinha alho poró a mais e não precisava de um nome desses para chamar a minha atenção, haha. Infelizmente o peixe não estava com aquele vermelhinho saúde, embora a quantidade até fosse boa. Pelo menos o nori chegou crocantinho! Só posso dizer que e…

Sanduweek - Bra.do

Matei dois coelhos em uma cajadada só: consegui ir em um lugar que estava participando do Sanduweek com duas opções muito interessantes e ainda conheci um restaurante novo, o Bra.do. Já tinha gostado de lá antes de conhecer quando vi no Foursquare que não apenas é permitido que se leve o seu amigo cachorro como ele também ganha água e bifinho. Como não curtir?

E que ambiente legal! Tudo bonito, clean, charmoso, refinado mas sem frescura. De dia deve ser mais bonito ainda porque uma boa parte utilizaria iluminação natural. Não tivemos nenhum problema com atendimento e nem com demora no serviço. Fiquei meio abestalhada e esqueci de tirar mais fotos das redondezas, hehe.


Pedimos para começar uma porção de batatas bravas, que além da pimenta também levava um molho à base de alho que era tão bom, mas tão bom, que valia à pena encarar o lado apimentado, haha. É, eu continuo muito fraca para pimenta.


Depois ganhamos um "shot" de sopa de cebola com croutons, que estava ótimo. É um p…

87ª Festa de Nossa Senhora da Achiropita

E vamos para mais um relatório anual feliz da Festa de Nossa Senhora da Achiropita, aeee! Fui duas vezes e ambas foram bem corridas, então não fiquei lá muito tempo para curtir aquele calor humano lazarento que parece estar cada vez pior! Na primeira chegamos um pouco mais tarde e estava garoando, na segunda pegamos tudo que queríamos e levamos para viagem. Provavelmente faremos esse esquema mais vezes, já que, além de fugir do povão, tive a impressão que o macarrão vinha em uma porção maior...

Falando nele, o preço aumentou consideravelmente desde o ano passado, de R$8 para R$10! Bem, ainda está em conta e ainda está muito bom. Como disse, a embalagem para viagem compensa muito (pagando-se R$1 a mais) porque parece vir mais, fica mais fácil para comer (sempre tive medo que alguém esbarrasse em mim e derrubasse tudo no chão) e ainda fura fila porque eles deixam vários prontinhos para serem levados no final da barraca, hehe.


Outra coisa que mudamos foi pedir as fogazzas cruas, para fri…

Le chef Gatô

Continuando na saga do brigadeiro feliz, visitei a Le Chef Gatô porque estava andando por perto e tive uma surpresa muito boa com o lugar!


É pequeno, quase passei reto enquanto andava pela rua, mas é bem bonitinho. Há um espaço fechado onde os brigadeiros ficam, provavelmente climatizado e que não se pode entrar para não cair cabelo neles ou coisas do tipo; só uma funcionária devidamente equipada mexe neles. Achei muito bacana que eles tenham essa preocupação toda em manter a qualidade do produto! O atendimento também foi muito bom e paciente comigo, que estava super indecisa sobre quais sabores escolher, hehehe.


Levei para casa uma marmitinha com 3: chocolate amargo (claro), limão siciliano (óbvio) e frutas vermelhas (não resisti, eles sorriram para mim). Estavam todos sensacionais; o tamanho é ótimo; a textura, para mim, estava perfeita porque estavam bem firmes e ao mesmo tempo fofinhos e o sabor era muito presente em cada um. O de frutas vermelhas tinha até algumas daquelas "…