Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Paribar

Depois de comer dois doces da tia do doce (uma torta de limão e um merengue de morango, sempre ótimos), fomos almoçar no Paribar porque eu tinha um cupom feliz. A região ainda me dá um medinho, o caminho não é muito bonito mas o lugar em si era estilosinho e nada de ruim aconteceu, tirando o couvert artístico hehe (a música não era das piores, mas eu preferia ter a opção de não ouvir nada e não ter que pagar R$10, ack!).


Ainda estávamos no horário do brunch e começamos pedindo dois pratos de ovos para experimentar: um frito sobre um pão italiano com aspargos e queijo (bacanudo, não achei que os aspargos fossem combinar tanto!) e o meu, mexidos com queijo mascarpone e pão fofinho com manteiga de ervas, que estava sensacional! Claro que poderia ter mais mascarpone e sei que não tem para não levar o preço às alturas, haha. Nunca pensei que fosse gostar tanto de ovos mexidos com pão, tudo ali combinava e era bom. Não tinha muita variedade de textura *momento top chef* mas eu nem ligo!


Me…

Not guilty

Por mais absurdo que pareça, minha consciência estava pesada e decidi almoçar salada em um dia que estava passando pela Av. Paulista, oooooh!

Dentro do Top Center há o Not Guilty, que é um fast food de salada. E se você parar para pensar, o que seria mais rápido que um prato que não precisa ser cozido ou frito? Deveria haver mais opções como essa nas praças de alimentação (estou realmente muito saudável hoje, haha). 

É tudo muito simples: escolher a salada, o tamanho, se vai ter algo a mais ou não e pronto. Quer dizer, até há outras opções no cardápio, igualmente naturebas, mas o forte deles são as saladas. Eu fui de Salada Caprese (mix de folhas, rúcula, tomate, mussarela de búfala, palmito, tomate seco e amêndoas em lascas) e estava muito boa! As folhas estavam bonitas, sem muitos talos (ufa) e o molho pesto estava cheio de sabor e nada miserento! E o mais surpreendente é que pedi a porção pequena e fiquei satisfeita! Talvez em um dia normal não teria, só para avisar!


Curti muito co…

Top Burguer

Mais uma vez precisávamos fazer uma horinha por Perdizes e minha sobrinha não tinha almoçado ainda. Encontrei o Top Burguer pelo já-foi-melhor-nessa-vida Foursquare e foi meio difícil perceber que ele estava ali porque a fachada é estreita e discreta.

Consequentemente, o lugar não é muito grande. Ficamos no andar superior que só tem essas mesas que aparecem na foto e a que estávamos sentadas. Deu um pouco de dó dos atendentes que precisavam subir e descer o tempo todo só por nossa causa! Eles também foram muito simpáticos em tudo. O lanche demorou um pouco para ficar pronto mas, pelo barulho que a gente ouvia, parecia que a carne estava sendo amaciada na hora. xD


O primeiro a chegar foi o suco da casa, ou limonada com muitos limões e leite condensado. Para mim estava perfeita! Finalmente uma bebida que senti muito o gosto do limão sem que ela ficasse amarga de doer depois de 5 minutos. E ainda veio em uma jarrinha que nos serviu com tranquilidade. O único problema que ela causou foi a…

Bistrô Ó-chá - de novo e novo

O antigo Ó-chá fechou no segundo semestre do ano passado para se mudar para outro lugar na mesma rua e vinha prometendo reabrir há muito tempo. Enquanto isso fiquei acompanhando agoniada a página deles do facebook, enquanto meu estoque de Ilha de Java ia acabando. Gosto das outras casas de chá mas o Ó-chá era de longe a minha favorita.
De um jeitinho discreto, eles recomeçaram a funcionar semana passada, em "soft-opening": durante a semana em horários reduzidos, ainda sem aquela cartona de chás (consequentemente sem vendê-los também) e com uma parte do salão fechada. Claro que só nesse fim de semana fui lá duas vezes! *-*


Sem todos os chás de volta, não está sendo muito divulgado quais que eles já tinham e para minha sorte o Ilha de Java era um deles! Aaah que alegria, que chá bom minha gente. Um dos que mais gosto nessa vida, com certeza!
Experimentamos também o Caramelizado, porque eles estavam sem o Katmandu, que às vezes me lembrava gosto de coco e às vezes de caramelo m…

Chocolates quentes: Café do Ponto e Ariane

Inverno (ou quase) é uma época ótima para se beber chocolate quente. Bem, na verdade é a única época que se dá para tomar um sem ferver por dentro. É engordativo mas é bom demais, não resisto tomar um quando tenho oportunidade. E neste último fim de semana tive duas! 
O primeiro foi no Café do Ponto do Shopping Eldorado. É um quiosque que fica parcialmente embaixo da escada. Sempre notei que estava cheio e nunca me passou pela cabeça conhecê-lo... até que, por incrível que pareça, fiquei um pouco enjoada das opções do Starbucks (até porque prefiro as opções geladas, hehe). 
O que achei realmente ruim é que eles não possuem um cardápio decente com todos os cafés, derivados e comidinhas que eles servem - só dá para saber perguntando para a caixa, que era bem legal por sinal, ou pelas propagandinhas espalhadas pelo balcão. E foi por uma delas que vi o chocolate quente com marshmallows. Que coisa linda! É meio carinho (R$12,50) mas valeu por um lanche da tarde (inclusive no quesito estuf…

La Pasta & Formaggio

Difícil achar opção menos gordurenta para estômagos mais sensíveis no shopping que não seja o America. Fomos então conhecer o La Pasta & Formaggio, que fica em um canto escondido e chique do piso de comidas do Eldorado.

Ficamos em uma mesa que dá vista para a linda e cheia de trânsito Marginal Pinheiros. Sei que a luz baixa é para dar climão, só que eu gosto de olhar para a cara da minha comida (e de tirar fotos dela, hehe) e não curto muito. Não tivemos problemas com atendimento também, mesmo estando em um lugar meio isolado.

Começamos com as bruschettas, que estavam bem boas e mui temperadas com ervinhas (legalizadas, claro). Para ficarem melhores, poderiam ter cortado o pão mais grosso porque o miolo começou a absorver o molho e ela ficou muito desmontável ao toque.


Meu prato foi o Polo Italia, que era frango à milanesa com risoto ao limone. Adorei! O prato era grande (me deixou bem cheia), o risoto tinha muito gosto de limão, estava em um ponto bom para mim (novamente, não so…

Damádalê

Aaah se eu morasse em Pinheiros! Quanta coisa boa tem por lá! Na mesma rua da Julice (que já cansei de falar que adoro demais de coração) conheci do Damádalê, que é um restaurante bem aconchegante e simples e que também trabalha muito com delivery e comida para viagem. Isso porque toda comida sai da cozinha em pacotinhos fechados à vácuo, o que a conserva por um tempo razoável sem estragar o sabor.


Se for para comer lá, é só escolher a combinação que quiser, colocar para esquentar em banho maria e esperar o timer tocar. Demorei um tempinho para decidir o que queria mesmo comer e o que fazia sentido!
Peguei então uma torta rústica de frango, que é uma das únicas coisas que não vai em banho maria e estava boa demais, bem úmida, temperada e feliz; arroz 7 grãos, porque estava me sentindo saudável no dia e um purê de abóbora que, apesar de não parecer, estava divino, fofo e com aquele temperinho que só mamãe saber fazer. Enquanto comia, eu parecia o Anton Ego do Ratatouille lembrando da i…