Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Dhaigo

O plano inicial era ter um almoço feliz no Tanuki mas quando chegamos lá eles estavam sem abastecimento de água desde quinta (acontecer isso em um comércio na Vila Madalena é muita sacanagem). Depois de andar sem rumo e fuçar no Foursquare, descobri uma unidade do Dhaigo (que tinha conhecido no Restaurant Week só que em Santana) no Itaim. Mais tarde, procurando informações para fazer a ficha deste post, descobri que ainda há outra no Itaim que parece ser maior.


Esta fica numa rua bem tranquila, quase escondida e não tivemos problema em encontrar lugar para estacionar (ainda mais porque já tinha terminado o horário da obrigatoriedade da zona azul, hehe). O ambiente é ótimo e o atendimento sensacional. O que achamos mais foda foi minha irmã ter perguntado se eles faziam chawan mushi e, mesmo não tendo no cardápio e nem o potinho certo, eles fizeram e estava bom, isso que é flexibilidade!


Optamos pelo rodízio, que tem um esquema igual ao de carnes: a moça passa com uma bandeja cheia de s…

Bar do Alemão - Pinheiros

Eu nem ia escrever este post porque já fiz um do Bar do Alemão do Shopping Eldorado, porém as diferenças foram tantas (e um dos garçons me disse que cada um tem um dono diferente) que o texto ficou muito maior que um post no Facebook!

Além disso, fui de Groupon, cuja descrição dizia que era para uma parmegiana para duas pessoas. Achei que fosse daquela que vinha em uma bandejona para ser servida na hora e que alimenta uma família e chegando lá o garçom me diz que na verdade são duas individuais. Ainda bem que, juntando as duas porções, deu para dividir em 3 pessoas e, compensando a falta de informação do cupom, elas foram servidas como se fosse a em grupo e divididas em nossos pratos na hora.

Falando nisso não tivemos o que reclamar do atendimento, que foi um dos melhores que já vi. Muito atenciosos, simpáticos, rápidos e fizeram além de suas obrigações, diminuindo o ar condicionado que estava na nossa cara porque estávamos gripadas, por exemplo. Só tive um probleminha antes de chegar…

Meu Gohan

Adoro macarrão, amo muito um udon, e nem precisa ser dos melhores para me deixar feliz. Imagine então quando fico sabendo que tem um, de um moço que trabalha no modo artístico de ser, que aprendeu a fazer no Japão e prepara só 60 poções por dia? Curiosidade gritou loucamente.
Fui em um sábado, mais ou menos meio dia no Meu Gohan (não no sentido arroz mas sim refeição) e não estava muito cheio, porém estava bem próximo à capacidade máxima: isso porque o lugar opera como boteco durante a semana e se transforma em um "udon ya" nos finais de semana, apenas no almoço.

Existem apenas 4 tipos de caldo (todos a R$17 e não são tão diferentes entre si), você pega um cartãozinho colorido referente ao que você escolheu, pega outro se for tamanho infantil ou grande (R$2 a mais) e faz o pedido direto pro chef que faz as massas, cozinha, monta o chawan, cuida dos tempuras, entrega nas mesas e ainda conversa com os clientes em português e japonês. Muita coisa para uma pessoa só! No final da…

On va manger

Não acredito muito nos prêmios da Veja de melhores do ano (principalmente no quesito melhor chá) mas acredito muito no Gastrolândia e fui conhecer o On va manger em um domingo sem almoço em casa. Não confio também na Rua Frei Caneca e fiquei um pouco nervosa por ir descendo-a sem encontrar a rua do restaurante.
Dica do dia: é a que tem um posto de gasolina na esquina e não tem placa. xD


Chegamos no começo do horário do almoço, não tivemos maiores problemas com espera e isso não se aplica para quem chegou mais tarde e não tinha reserva. São poucos os lugares e eles são um pouco apertados também. Fomos bem atendidos, nossos pedidos não demoraram e o chef veio à nossa mesa perguntar se estava tudo bem. O mais chatinho mesmo foi ter que descer para escolher a sobremesa no balcão e, pelo número de opções, daria muito bem para ter um cardapiozinho para elas.


É tudo muito simples e sem frescura, escolhe-se o tipo de curso (fomos no mais econômico de R$34) e checa-se quais estão disponíveis d…

Receita: cookies

Os cookies, junto com outros doces gringos, estão se popularizando por aqui e nada melhor que ter uma fornada deles saindo quentinhos no aconchego do lar. Vi uma receita em algum video na internet que não sei ao certo qual, achei que, mesmo sendo uma desgraça para cozinhar, conseguiria fazê-los e no fim deu certo! So much win! \o/

Nível de dificuldade: médio. Envolve quebrar ovos, organização e mexer no forno
Porção: 12 cookies grandes e 8 médios

Ingredientes: 
200g de manteiga (ou um tabletão inteiro) em temperatura ambiente1 xícara (chá) de açúcar mascavo3/4 de xícara (chá) de açúcar refinado 2 ovos2 3/4 xícaras (chá) de farinha de trigo 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio1 colher (chá)de extrato de baunilha1 colher (chá) de canela 1 pitada de sal1 xícara (chá) de gotas de chocolateModo de Preparo: 
Antes de começar, ou em algum momento no meio do preparo, ligue o seu forno à 170ºC para que ele já esteja quentinho para receber os cookies.

Em uma batedeira (preferencialmente uma fixa…

Sweet Deli

Fiquei maluca quando soube que existia outro lugar além do Expresso Kazu que vendia choux cream e precisei de meio motivo para ir até o Sweet Deli para experimentar um! Infelizmente era um sábado e eles só abrem durante a semana, argh!  E, apesar de ficar na Paulista, fica em um shoppingzinho escondido. Pelo menos ele fica bem ao lado do Rei do Mate, que é visível da rua.


Depois de uns dias consegui passar lá durante a semana. Ainda era de manhã e a vitrine não estava totalmente cheia, mas os lindinhos choux cream já estavam lá! Tive vontade de levar todos!
O preço é o mesmo do Kazu e no geral os dois são muito parecidos, pau a pau. Este tinha mais amêndoas por cima, logo era mais crocante e com mais sabor, e tinha menos creme, mas ainda era farto e gostosinho.


Se estiver por perto durante a semana, vale demais conhecer! As senhoras que me atenderam são super simpáticas e quero muito voltar para provar outros doces!


Ficha feliz:
Satisfação da gordinha: saiu feliz e achou até a sacola f…