Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

Shanghai 1

Chegamos ao Shanghai 1 por indicação do nosso advogado e com certeza não teríamos entrado lá do nada: a fachada é estreita e pouco convidativa, meio genérica. Como fomos durante a semana e o horário de janta nem havia começado, o restaurante estava vazio. Mesmo assim fomos bem atendidos e a comida chegou bem rápido!


Como os sogros são entendidos, eles que pediram tudo e nada nos desapontou (e se eles aprovaram significa muita coisa). Não sei o nome de nada e a melhor descrição são as fotos! Meus favoritos foram esse chawan de gohan com carne moída, ovos cozidos e vegetais (a carne tem um tempero mágico meio salgado, meio doce e eu poderia comer isso por meses) e os que parecem pastéis fritos. Estávamos em 4 pessoas e ainda sobrou muita coisa para levar para casa.


Não sei se no fim de semana o movimento melhora; se for o caso não é uma boa escolha por falta de espaço. Senão é tudibom, boa comida, agilidade e baratinho!


Ficha feliz:
Satisfação da gordinha: saiu rolando feliz e com marmita…

Wawa

Até o momento, os hoagies do Wawa (o nome é muito legal de se dizer) são os nossos favoritos. Primeiro porque é muito fácil encontrar um no caminho (é uma rede de lojas de conveniência muito popular por Pennsylvania), passar lá e levar para casa; e também porque são realmente muito bons!

Outro detalhe muito, mas muito bom mesmo, é que não precisa falar com alguém para escolher os seus ingredientes e ter a chance de cair naquele clima chato de você indeciso e o atendente te pressionando com o olhar (ou que pelo menos você acha que é isso). É só ir em um terminal feliz e pressionar as suas preferências, aí sai um papel com a sua senha e poucos minutos depois alguém te chama por ela para entregar o lanche pronto.


Eu estou com o clássico problema de acertar na primeira tentativa e não consigo mais mudar meu pedido: cheesestake com queijo fontina, tomates e um molho italiano feliz. Neste dia o marido tinha pedido um que ficou forte demais com molhos barbecue e buffalo.


Até existem outras …

Tea-Do

Já tinha visto esta casa de chá antes, tínhamos que fazer uma horinha em Chinatown desta vez, olhei os reviews rapidinho e... por que não tentar?

A especialidade aqui são os chás com pobá (e eu não tenho paciência alguma pra catar e beber todas aquelas bolotas) e tem de tudo quanto é tipo diferente, o cardápio tem um tamanho que impressiona. O marido adora o de nhame (que não sei porque tem essa coloração roxa) e ele aprovou o daqui.


Então encontrei um leite de amêndoas, que estava com vontade de tomar desde que vi este video. E é muito bom! O sabor é bem suave, um docinho bem de leve, quentinho, nada enjoativo. Deve abraçar a pessoa por dentro nos dias mais frios.

 E no fim, bem, não experimentei chá nenhum! Marido disse que com certeza é um lugar que ele volaria. Os sogros também aprovaram. Eu fico na esperança de algum dia encontrar uma casa de chá bacanuda por aqui. Até o Tea Connection serviria. xD


Ficha feliz:
Satisfação da gordinha: saiu feliz e com a língua queimadaPreju: cada b…

Terakawa Ramen

Fomos conhecer uma casa de ramen muito bem avaliada no Yelp em nossa última visita a Chinatown (que já devo adiantar, foi muito produtiva porque tivemos que enrolar por lá até a noite e comemos como nunca :D) que, apesar da localização, tinha influências japonesas mesmo.


Começamos com pork buns de entrada, em uma versão mais moderna com maionese que, se você parasse para pensar, era meio estranho mas era gostoso! A carne de porco e o pãozinho macio estavam ótimos.


Eu obviamente fui de Miso ramen, porque eu simplesmente não resisto, e fiquei muito feliz de não ter arriscado algo diferente! Estava muuuito bom, o miso era um pouco doce, forte e bem pouco apimentado e as carnes eram muito boas. A base do caldo era de frango e porco, nham. Perdeu por poucos pontos pro do Totto (sonho com aquela bolota de miso no meio do chawan sempre).


Minha segunda opção foi pedida pelo sogro, o Mayu ramen (não tem nada a ver com o nome feminino japonês, é um óleo com alho e alho poró torrado) e era meio…

Merrymead Farm

Mais um post bucólico feliz, afinal a gente precisa aproveitar das vantagens de se estar em um lugar calmo e civilizado! A Merrymead Farm fica incrivalmente pertinho de casa e é uma fazenda com a natureza visível porém controlada e já toda feita para suprir as necessidades comerciais de seus visitantes. Tem a parte para as crianças, de ver as vacas e outros bichinhos (e sentir os seus cheiros... peculiares) mas também tem a parte da lojinha linda de comidas, que obviamente é a minha favorita.


Tem muitos itens à venda, alguns deles não são feitos lá mas também são de produtores locais. Desde frutas e legumes, até decoração de Halloween (quando é época disso), bolos, biscoitos e tortas (já compramos duas vezes, são bem bacaninhas). O que mais gosto mesmo são os sorvetes, artesanais e sem miséria! Já experimentei o de morango, cookies and cream, baunilha e chocolate chips (feito com fava, sensacional) e o cappuccino crunch (que tem um caramelo que não é enjoativo!), todos muito aprovado…

Tabora farm & orchard

Descobri muito aleatoriamente, em um grupo do Facebook sobre compra e venda de itens usados, que haveria um evento com atrações para crianças e colheita de maçãs em uma fazenda não muito longe de onde estamos. E eu AMO maçã. Então por que não fazer um programa do interior? xD

Lá fomos nós para a Tabora Farm & Orchard. Chegamos lá umas 10 e pouco, não tenho certeza, e já estava consideravelmente cheia. Eles criaram vagas até no terreno da frente e quando saímos estava tudo cheio!


O esquema era muito simples: pegar uma sacola e ir para o pomar pegar quantas maçãs quisesse, depois ir para a loja, pesar e pagar. No começo a gente só viu macieiras já meio vazias e muitas maçãs lindas caídas no chão (dava vontade de pegar tudo, hehe). Andando mais um pouco, encontramos maçãs lindas, grandes e vermelhas piscando para serem colhidas.
Nos impolgamos e pegamos mais maçãs que o planejado, mesmo assim o preço estava ótimo (59 centavos de dólar a cada 450g) e não nos arrependemos de nada porqu…

Frontera

Precisávamos de um café da manhã durante a espera do próximo voo. A primeira opção foi o Starbucks, mas então ali perto vimos o Frontera, muito bonito, com muita gente, um cardápio promissor e resolvemos arriscar.


Eles têm uma baita linha de montagem e são muito precisos no prazo: a moça disse que a espera seria de 10 minutos e realmente foi. Ela também me entregou um aparelho que vibra quando o pedido fica pronto. O moço que finalizava os pedidos era muito atencioso e tudo isso geralmente não é muito padrão nesses restaurantes que ficam dentro da área de embarque.
Ah, a identidade visual deles é linda, muito bem pensada, mas é só um detalhe que não tem muito a ver com o tema do blog, hehe.



Pedimos uma "torta" de ovos com bacon e outra de ovos com chorizo, que na verdade não tinham um gosto muito diferente um do outro (pelo menos ambos eram bem gostosos) e deram muito bem conta da minha fominha. Outra coisa surpreendente foi o suco de laranja que realmente tinha gosto de suc…

Haiku sushi

Encerramos nossa curta passagem por Seattle no Haiku sushi. É um buffet de comida asiática de qualidade, com decoração bonita e muitas opções, mesmo. Eu não tive coragem de me arriscar muito, mas até lagosta tinha.


No dia que fui, os atuns estavam começaaando a mudar de sabor, mas nada que estragasse o jantar! Por isso o meu favorito, que mereceu até repeteco, foi o peixe branco empanado e a grande decepção foi a maionese porque tinha salsão, que odeio. xD


Os sorvetes precisam da assistência de um atendente para serem servidos e o de matcha não tinha tanto gosto assim do chá. A melhor parte da sobremesa foi, sem dúvida, a fonte de chocolate onde era possível mergulhar muita coisa (havia várias opções que ficavam perto dela), menos a cara, infelizmente. Eu fui de morango e marshmallow e minha única reclamação foi não ter mais espaço no estômago para comer mais.
Geralmente eu me acabo nesse tipo de restaurante mas só fui até os meus 98% para não passar mal no avião, hehe.


Difícil dizer …

Little Sheep Mongolian Hot Pot

Nossa primeira gordinhagem na última viagem à Seattle foi com estilo e indicação divina! O nome do lugar é bem fofo (carneirinho!) mas o esquema é bem ogro: é uma casa de hot pot, que são pratos do mesmo estilo do sukiyaki. Na mesa, uma boca de fogão elétrica e um formulário onde você marca tudo o que quer comer (se quiser marcar tudo até pode, mas eles dão multa para quem deixar muita comida sobrando xD). É possível pedir duas levas de comida e tudo vai ser cozido em um caldo pelas próprias pessoas (afinal é só ir jogando, esperar e comer).


Pedimos muita coisa: carne de boi, de cordeiro, de porco, verduras, bolas de peixe, camarão, peixe, mexilhões, gyozas, tofu, cogumelos, tempura... estava muito bom e comemos até o limite estomacal! O caldo-base era bem diferente, havia opção de ser apimentado ou meio a meio, e ele não é do tipo para ser bebido como sopa. Ah, e eles dão um limite de 1 hora e meia para comer tudo, pra ninguém ficar lá enrolando e comendo o dia todo. xD


O ambiente é …

Café Suplicy - Aeroporto

Tínhamos que fazer hora no aeroporto porque incrivelmente chegamos cedo demais (não tinha tanto trânsito assim na Marginal, aeaeae!). Depois de comer umas esfihas no Arábia Express, fomos no Café Suplicy que ficava ali pertinho.


É um espaço ótimo para fazer hora, muito bonito, poucos funcionários (logo você fica largado ali no canto sem ninguém te perturbar fácil). Eu pedi um mocha quente, a sobrinha um mocha gelado e a minha irmã um frapuccino. O mais interessante foi que os mochas tinham gostos diferentes, ambos não chegaram nem perto de um bom mocha e o gelado era muito mais doce. O frapuccino então tinha um nível de açúcar maior ainda! E odeio chantilly falso. =P


Esperava mais pela aura de frescura, não sei se esse era pior por ser no aeroporto (o que não deveria acontecer, mas pelo menos com o Starbucks é assim xD). Só vale a pena se precisar de um canto para enrolar ou descansar!


Ficha feliz:
Satisfação da gordinha: saiu decepcionada por muitos motivosPreju: não lembro, mas barato…

Receita: Molhos carbonara e limone

Gosto muito de macarrão, acho que isso deve estar escrito na minha testa, e estou em uma situação que não posso sair muito para comer pratos que a minha mãe não faz em casa. Fui atrás de algumas receitas, tentei e descobri que não são tão terríveis assim de serem feitas! E ainda fica muito mais gostoso que os molhos prontos. =P

Nível de dificuldade: fácil, graçasadeus Porção: quanto você quiser, o céu é o limite, weee!

Molho carbonara
Ingredientes:  5 tiras de baconUm punhado de alho2 ovosQueijo ralado e pimenta a gosto Preparo: frite o alho com o bacon; quando este estiver douradinho jogue o macarrão e dê uma boa mexida. Neste ponto ele terá virado um lindo alho e óleo e acho que se você estiver com preguiça já dá pra comer, hehe. Bata os ovos e misture com queijo ralado (até dar uma encorpada) e pimenta. Jogue essa mistura sobre o macarrão e mexa até que o ovo cozinhe por motivos de salmonela. Se você confiar muito na procedência dos ovos, desligue o fogo e mexa só um pouco, aí ele vai fi…

Receita: Shepherd's pie

É basicamente um escondidinho de carne com um nome mais diferente; passos simples e que ao mesmo tempo demora um pouco. Em compensação rende que é uma beleza!

Não tem medidas certas porque peguei a receita em um video do Gordon Ramsay e aquele homem faz comida como quem respira, tive que dar vários pauses pra ir entendendo o que tava acontecendo, haha. É tudo no olhômetro, depende do quanto de carne e batatas você tiver e do quanto gosta de cada ingrediente. Fiz uma bandeja de carne moída para 3 batatas grandes.


Nível de dificuldade: intermediário, sou lerda e demorei umas 2 horas!
Porção: um pirex médio quase grande

Lista de ingredientes para checar se tem em casa: 
Carne moídaBatatasCenouraCebolaAlhoMolho inglêsSal e pimentaExtrato de tomateVinho (não é obrigatório mas ajuda)Caldo de galinha Alecrim e tomilhoGemasParmesão ralado 
Modo de preparo
Frite a carne moída no azeite, quando ela já estiver com uma cor mais familiar acrescente o sal, a pimenta, o alho e a cebola e a cenoura ralad…

Pike Place Market + Pike Place Bar & Grill

Aaah Seattle, que saudades! Enrolei por mais de um ano para escrever este post por pura preguiça de escolher e editar um monte de fotos e resumir direito o que é o Pike Place Market. Como o nome sugere, é um mercadão que vende muito produto local e fresco, no geral são frutas, verduras, legumes, peixes e frutos do mar. Só que é gigante, com muita variedade, várias lojas de outras naturezas e restaurantes variados divididos em blocos que ocupam várias quadras. É um dos pontos turísticos mais famosos, não há quem não visite Seattle sem tirar uma foto da placa e existe desde 1903!


Não tínhamos como comprar nada para levar para casa então almoçamos no Pike Place Bar & Grill (não pesquisamos muito, só queríamos comer peixe). Não me lembro mais os nomes dos pratos e o que exatamente tinha neles além dos peixinhos (isso que dá postergar tanto um post), só me lembro que estava tudo muito bom (menos a sopa do dia, que tinha jeitão de instantânea)!


Outra atração é a primeira loja do Starbu…